Início Esporte Terceira cirurgia no joelho aos 20 anos não tira sorriso de Rebeca...

Terceira cirurgia no joelho aos 20 anos não tira sorriso de Rebeca Andrade: “Vou enfrentar”

5
0

Rebeca Andrade já conhece o sabor amargo de uma longa recuperação. Resiliente e com um sorriso no rosto, a ginasta vai voltar ao centro cirúrgico nesta semana, no Rio de Janeiro, para uma reconstrução do ligamento cruzado anterior do joelho direito, lesionado na última sexta-feira em treinamento de solo durante o Campeonato Brasileiro, na Arena Carioca 3. Aos 20 anos, Rebeca vai passar pela terceira cirurgia no mesmo local ao quatro anos. Mas demonstra força e consegue falar em “sorte” ao citar mais uma lesão.

– Eu acredito que tive sorte. Sempre tive meus objetivos. Dois deles não vou alcançar agora, que é o Pan-Americano e o Mundial, mas vou treinar bastante para alcançar os próximos, que é principalmente Tóquio 2020. E sim, acho que tive sorte. Estava treinando muito com as meninas o Pan, queria muito ir, mas o importante é que estou bem. E vou voltar bem. Não vai dar tempo de esquecer nada da ginástica (risos) – disse Rebeca.

A lógica de Rebeca é simples. O Mundial de outubro classifica para a Olimpíada de Tóquio. São quatro vagas por país, mais uma reserva. E a classificação vai para o time e não é individual. Ou seja. Caso o Brasil fique entre as nove melhores equipes e se classifique, Rebeca poderia ser convocada no ano que vem pela comissão técnica mesmo não competindo no Mundial.

Médico do Time Brasil, Rodrigo Sasson detalhou a lesão de Rebeca. Ela rompeu o enxerto que havia sido colocado na última cirurgia, em 2017, durante treino de pódio no Mundial do Canadá. Antes, ela já havia operado a área em 2015, quando se lesionou em treino para os Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá.

– Ela teve uma entorse no solo, na sexta-feira. Confirmamos na ressonância. Vimos a necessidade da cirurgia. Será ainda essa semana. No dia seguinte ela já vai para dentro do ginásio para reabilitação mais precoce possível. Ela já teve uma lesão no cruzado anterior e fez um enxerto com um tendão. E ela rompeu. É uma reconstrução. Pegar outro tipo de tendão e técnica cirúrgica para deixar o joelho dela estável e forte para ela voltar 100% – explicou o médico.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui