‘Achei que ia morrer’, diz caminhoneiro que pulou de carro para fugir de sequestro em Campo Grande

“Pensava o tempo todo na minha família”, falou o caminhoneiro. A vítima ainda contou que estava agoniado ao ser colocado no banco de trás com os bandidos que o ameaçavam de morte o tempo todo. Eles estavam armados. Quando pulou do carro em movimento, o bandido que estava com ele no banco traseiro ainda tentou segurá-lo pela camisa que acabou rasgando.

O sequestro do caminhoneiro aconteceu por volta das 7 horas da manhã, quando ele recebeu a localização para supostamente carregar a carreta com estruturas metálicas que tinham como destino a cidade de Guarapuava, no Paraná.

Equipes do Batalhão de Choque estão em busca dos bandidos.

Falso Frete

O caminhoneiro contou que havia descarregado na quinta-feira (21), em Sidrolândia, em uma fazenda uma carga de maravalha, um material parecido com serragem . Depois ele entrou em um aplicativo usado pelos caminhoneiros para buscar por fretes e encontrou a oferta de fazer o carregamento em Campo Grande para o Paraná.

Segundo o caminhoneiro, ele chegou a Capital por volta das 7h30 e se dirigiu para o local marcado em frente a um depósito, mas nem conseguiu sair da carreta e já foi cercado pelos bandidos que o colocaram dentro do carro. Ele não se lembra nem da cor e nem do modelo.

O caminhoneiro contou que ficou dentro do carro por cerca de 20 minutos, e quando viu que os bandidos haviam parado em um semáforo, ele resolveu pular do carro. Ele ainda relatou que este tipo de crime ocorre muito em São Paulo.

Sequestro

Os bandidos colocaram o caminhoneiro dentro de um carro, que ele não soube precisar a cor ou modelo, e seguiram em direção à avenida. Quando chegaram na Avenida Tamandaré, a vítima pulou do veículo em movimento. Ao abrir a porta do carro para fugir acabou acertando um motociclista, que não teve ferimentos. O caminhoneiro estava todo rasgado e sujo.

sequestro5 - ‘Achei que ia morrer’, diz caminhoneiro que pulou de carro para fugir de sequestro em Campo Grande

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.