Nova Moriá FM

O Fluminense venceu o Flamengo pela quarta vez consecutiva na noite desta quarta-feira e abriu vantagem na grande final do Campeonato Carioca. Jogando diante de mais de 50 mil torcedores no Maracanã, o Fluminense segurou a pressão rival durante o jogo e se aproveitou de dois erros do Flamengo no fim para vencer o jogo por 2 a 0, com gols de Germán Cano.

O Fluminense não vencia o Flamengo quatro vezes seguidas desde 1938 e derruba uma invencibilidade de 10 jogos do time de Paulo Sousa. A única derrota do Flamengo em 2022 havia sido justamente contra o Fluminense na Taça Guanabara.

Diferente das semifinais, não há vantagem por campanha nos jogos da decisão. Portanto, em caso de igualdade ao fim dos dois jogos, o título será decidido nos pênaltis. O jogo de volta está marcado para o próximo sábado, às 18h. O Flamengo precisa vencer por dois gols de vantagem para levar o jogo para os pênaltis e por três para ficar com o título no tempo normal. Já o Fluminense poderá perder por até um gol de desvantagem.

Após a classificação sofrida contra o Botafogo, o Fluminense tenta buscar o título para fazer as pazes com sua torcida após a eliminação da Libertadores. O time das Laranjeiras não vence o estadual há 10 anos, desde 2012. Já o Flamengo sonha com o tetracampeonato inédito, o time rubro-negro vive grande fase em decisões de Campeonato Carioca.

O jogo começou com o time rubro-negro ficando mais no campo de ataque. A primeira grande chance do jogo aconteceu após André ser desarmado na defesa. Vitinho chegaria livre para completar cruzamento rasteiro, mas Manoel conseguiu interceptar. Logo nos primeiros minutos, o volante Felipe Melo, do Fluminense, levou cartão amarelo e deu início a um festival de cartões. O começo do clássico seguiu quente, com muitas faltas duras.

Apesar de encontrar o Fluminense bem fechado em campo, o Flamengo seguiu com mais volume de jogo e levou perigo com seus zagueiros em duas bolas paradas, em um cabeceio de Fabrício Bruno após escanteio e uma cobrança de falta de longe feita por David Luiz. O último voltou a assustar pouco tempo depois, em um cabeceio forte, que parou em grande defesa de Fábio.

Nos minutos finais do primeiro tempo, o atacante Vitinho se lesionou e precisou ser substituído. Com isso, Bruno Henrique entrou em campo, retornando ao time do Flamengo após se recuperar de uma lesão no ombro. No último lance do primeiro tempo, o bandeirinha errou ao assinalar impedimento no começo de um ataque do Fluminense, o lance seguiu e terminou em gol. Como a jogada foi paralisada no lance anterior, o VAR não revisou o lance, o que irritou a torcida do Fluminense presente no estádio Os torcedores terminaram o primeiro tempo vaiando a arbitragem

A volta do intervalo aconteceu com um Flamengo mais lento nos lances de ataque, o que mudou com as alterações de Paulo Sousa. De volta ao Brasil um dia após defender a seleção do Uruguai pelas Eliminatórias, Arrascaeta entrou em campo no começo do segundo tempo. O gol quase saiu no primeiro lance do uruguaio em campo. Arrascaeta cruzou, a bola sobrou para chute de Pedro e depois de Gabigol, ambos defendidos por Fábio.

Depois, Germán Cano arriscou um chute de muito longe, de trás do meio de campo, e quase surpreendeu Hugo, mas o goleiro fez a defesa. Os ataques seguiram mais frequentes em direção ao gol defendido por Fábio. Com muitos levantamentos na área, o Flamengo tentava furar o bloqueio tricolor.

O Fluminense se soltou um pouco mais na reta final do confronto e começou a subir cada vez mais ao ataque, até marcar o gol. Léo Pereira, que havia acabado de entrar, vacilou na jogada e perdeu a bola para John Arias, que serviu Germán Cano. O atacante ganhou da defesa e finalizou tirando de Hugo Souza, fazendo 1 a 0 aos 37 minutos. O Fluminense embalou com o bom momento e marcou outro gol três minutos mais tarde. Arão falhou no lance, Calegari disparou pela direita e cruzou para Cano fazer 2 a 0 e fechar o placar, aos 40 minutos.

FICHA TÉCNICA:

FLAMENGO 0 X 2 FLUMINENSE

FLAMENGO – Hugo Souza; Matheuzinho (Lázaro), David Luiz, Fabrício Bruno (Léo Pereira) e Filipe Luís; Willian Arão, João Gomes, Everton Ribeiro (Arrascaeta); Marinho (Pedro), Vitinho (Bruno Henrique) e Gabriel Barbosa. Técnico: Paulo Sousa.

FLUMINENSE – Fábio; Calegari (Nonato), David Braz, Manoel e Cris Silva; Felipe Melo (Luccas Claro), André, Yago Felipe e Paulo Henrique Ganso (Martinelli); William Bigode (John Arias) e Germán Cano. Técnico: Abel Braga.

GOLS – Germán Cano, aos 37 e aos 40 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Felipe Melo, Marinho, Vitinho, João Gomes, Everton Ribeiro, David Luiz, Cris Silva, Paulo Henrique Ganso, John Arias e Martinelli.

ÁRBITRO – Wagner do Nascimento Magalhães.

PÚBLICO – 50.416 pagantes (52.821 no total).

RENDA: R$ 1.982.762,50.

LOCAL – Maracanã, em Rio de Janeiro.

março 31, 2022

Written by:

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X