Nova Moriá FM

A princípio, Barack Obama, afirma que as redes sociais são projetadas para destruir democracias. Contudo, para ele, pessoas como Vladimir Putin as usam para “planejar teorias conspiratórias. Desse modo, suficiente para que os cidadãos não saibam mais em que acreditar”.

Isso ocorreu, durante um evento na última quinta-feira (22). O mesmo co-organizado pelo Centro de Política Cibernética de Stanford e pela Fundação Obama. Onde, o ex-presidente dos Estados Unidos, falou sobre o impacto que as decisões das empresas de mídia social tiveram sobre a sociedade. Contudo, até agora.

Aliás, para Obama, o presente é um “momento tumultuado e perigoso da história”. E ainda mais, ele citou como as redes sociais contribuíram com determinadas questões. Contudo, sobre a interferência da Rússia nas eleições norte-americanas. Fato que ocorreu no ano de 2016. Bem como, na atual guerra na Ucrânia.

“Pessoas como Putin, e Steve Bannon também, entendem que não é necessário que as pessoas acreditem. Sobretudo, na desinformação para enfraquecer as instituições democráticas”, disse Obama. “Você só precisa levantar questões o suficiente. Espalhar sujeira o suficiente. Planejar teorias conspiratórias o suficiente. Para que os cidadãos não saibam mais em que acreditar.”

Uma competição entre a verdade e a falsidade
Para Obama, as próprias redes sociais foram projetadas para destruir as democracias. “Como Putin descobriu antes da eleição de 2016. Nossas próprias plataformas de mídia social são bem projetadas para apoiar tal missão”, disse. “Na competição entre verdade e falsidade. Entre a cooperação e o conflito, o próprio design dessas plataformas parece estar nos inclinando na direção errada. E ainda mais, estamos vendo os resultados.”

Isso aconteceu ao longo de um discurso de uma hora. Onde Obama enquadrou desinformação. Bem como, assédio e outras questões. Que assolam, entretanto, as redes sociais. Sobretudo, como resultado de plataformas projetadas de forma a acabar “turbinando alguns dos piores impulsos da humanidade”.

Enquanto estamos colhendo o que as big techs de mídia social plantaram, pode não ser tarde demais para fazer escolhas diferentes. Enfatizou, Obama: “Nem todos os problemas que estamos vendo agora são um subproduto inevitável dessa nova tecnologia. Eles também são o resultado de escolhas muito específicas. Feitas pelas empresas que passaram a dominar a internet, em geral. Como também, pelas plataformas de mídia social em particular.”

abril 26, 2022

Written by:

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X